Eu penso (também) assim:

Desejaremos, um dia, o que vivemos: realidade fugaz dos sentimentos,
cheios de paz, de gozo e amor insano!



28 de abril de 2008

Zen!

Eu estava pensando: o cérebro é meu e eu limpo a hora que eu bem entender!
Quando pintou uma interferência telepática e aquela voz começou a azucrinar as minhas idéias, queimar meus neurônios: “eu te transportarei para outro planeta!” Ora, o meu chefe, Dr. JC, na hora que bem entender, dá um jeito na minha cabeça!”.
Mas eu não desenvolvo um raciocínio lógico, só penso m... o meu cérebro está uma zona, vivo pedindo para Deus dar um jeito nele...
- Não mexa em nada doutor! Deixa assim que eu me entendo...! Se o senhor mexer muito na minha cuca, e trocar alguma coisa, acertar um parafuso a mais, não serei a mesma...! Daí, a desgraça do “Transtorno Bipolar” misturado com menopausa e mais uns diabinhos me enlouquecerão de vez.
Aí é que está o problema: falta antidepressivo no ministério da saúde, a grana ta curta para os rabos de galo... O ideal é tirar vantagem da insanidade!


Para uma insanidade feliz, algumas dicas:
1- Alugar o ouvido dos bons psicólogos de governo
2- Receber tranqüilizantes gratuitamente
3- Possuir amigos e parentes menos demente do que nos.
4- Evitar o mix de calmantes com alegrante (ou 'bebedices') para não encher o saco do médico pelo telefone e incomodar os bombeiros
5- Não perturbar seus terapeutas, para que não se tornem seus futuros colegas
6- Andar sempre com atestado antiloucura na mão, pois se metendo em confusão, ele será sua salvação.

17 comentários:

Paulo R Diesel disse...

Que loucura!!!!!!

sôdoida disse...

Tô com o Paulo: doideira geraaaaaaaaaaal!!! Assim que é bom, num limpa nada não, owwwwwwwww! :-D Bjo, manazinha!

Claudinha disse...

Rindo muito aqui... amada... nem pensar em mudar... não ser você mesma??? affe... nem quero... deixa como esta, que esta ótimo... rsrsrs... e viva a insanidade... o estado alterado de ser... beijos e mais beijos

Dora disse...

Vai indo assim....que tá bom! Não fique "certinha" e razoável...Tome as "biritas" e escute Chico Buarque.
E olhe a lua,(caia da cama...rs) faça versos, cante no violão(nem que seja no dos outros...). E eu espalho, aí, beijos de montão...
Dora

Ceci disse...

Amiga, uma dica a mais? pegar uma caixa que contenha coisas que vc escreveu, ou guardou, como postais de amigos, cartas, bilhetes, e entrar nessa janela de coração. Dá um bom mix, que tomo sempre. E agora vai tudo pro blog, com carinho e afeto Beijos!

loba disse...

não teve como não me lembrar do raulzito! rs... e da rita lee, claro!
mas é isso: a sanidade é irmã da loucura. ter um pé lá outro cá talvez seja a melhor receita de felicidade né? rs
beijocas

Miguel disse...

Miga, eu antes desconfiava da sua loucura, principalmente por ser mnha amiga.
Agora, depois deste texto, tenho certeza absoluta.
E é, exatamente por isso, que te amo de paixão.

benechaves disse...

Oi, amiga: é sempre bom vir por aqui e ler suas histórias hilariantes. Fico rindo à toa com elas. Cair da cama às 6 hs da manhã deve ser uma loucura, hein?
Grato pela visita sempre gentil. E apareça sempre, os sonhos estão à sua volta(rs).


Um beijo zen...

nelson disse...

Oi Crys! Cheguei aqui rindo e acabei rindo mais ainda...estava respondendo aos comentários lá no meu blog, quando me veio um trocadilho quando você diz que "o amor é a chave de tudo"..bem, vai lá ver...e aqui..encontro este surto hilário. Ah...é melhor um "atestado de loucura" mesmo...beijo linda!

Tânia disse...

Ai Jesuisssssssinho...e eu que ando com a cabeça sem parafusos...
Mas o mundo é insano mesmo...
Aproveite a loucura...rsrsrsrs!!!
Beijo Crys

Cherry disse...

Crys,
Hj caiu em minhas mãos um livro sobre bipolaridade (chama-se: Não sou uma só: o diário de uma bipolar de Marina W.). Li apenas a orelha, mais não me identifiquei e o devolvi a dona...
Eu só tenho a fase up! up! Só um extremo! Pq eu deixei de brigar com a minha loucura... quer dizer, acho q nunca brigeui com ela...
kkkkkkkkkkkkkkkkk

Beijos, moça!

Crys, respondendo disse...

P/ Paulo: loucura, loucura, louuucura!!

P/ Shi: Não limparei, deixar quieto, é melhor, pelo menos para os outros...rsrs

P/ Claudinha: Exatamente! beijos Clau

P/ Dora: Tomarei como conselhos e seguirei firme... beijos, Dorita!

P/ Ceci: Mais conselhos, e bons, só podia ser de amigos queridos...rsrs. Beijos, carinhos, todos pra vc Ce!

P/ Loba: ...as vezes, ser normal é muito chato, ser feliz, é o que importa. Não importa como... Bjocas , Loba

P/ Miguel: pelo menos, vc é corajoso...rsrs. Tb te amo Miguelito! Aproveito pra agradecer o presente, adorei! Já falamos sobre isso, né?... beijão, querido!

P/ Bené: Se te fiz rir, já valeu a pena as minhas insanidades repentinas. Visitar vc, é um prazer, pena que não sou tão assidua, como gostaria, beijos querido!

P/ Nelson: Ahh que bom 'ver' vc sorrindo, fico feliz! Eu disse a pouco ali em cima, que ser normal é muito chato, e é verdade, veja os poetas, vc entende disso muito bem, sabe do que falo, beijos, amigo!...rsrs

P/ Tânia: Toda loucura tem seu tempo, de começar, terminar e/ou de permanecer, né? A minha, por exemplo, é uma espécie de termômetro, terei sempre bons pretextos para enlouquecer... ou não. rsrs. Bjos, Tâ

dácio jaegger disse...

Virge!
E eu pensei que loucura fosse coisa de dar apenas em gente distante. Aquela pessoa da qual a gente ouve falar ou da qual se lê numa carta; ou que se extrapola num teatro, num filme... Chegar aqui na santa paz e me deparar com o confessado um passo do monitor, logo ali atrás usando-se um pobre de um teclado (como deve ter sofrido!) para ajudar a compor o relato dos desatinos faz um bem danado. Esta história de neurônios está dando pano para manga por causa do Prof. baiano. Manga é que o sobra na sua terra. Perigo está no fato do chupa-cabra passar por aí e resolver sugar seus miolos, quer dizer, sorte porque depois da chupada, minha amiga querida, não terá motivo para tanta azucrinação. Estará vazia de dores, bipolaridade, esgotada de menopausa, sem os diabinhos e até com teco e tico sugados para sempre. Estará eternamente flutuante, não te leremos mais a não ser coisas como uga-uga, ego, iá, ago, au-au, buá, sniff; mas estará feliz. Beijos, antes que isto venha acontecer.

Jota Effe Esse disse...

Faça tudo o que recomendam os entendidos, mas, por favor, não se torne uma pessoa normal, os normais são muito chatos! Meu beijo.

Marta Matos disse...

Muito legal, vc me divertiu.
gostei dos conselhos. Um abraço

Srta. Bia disse...

hahaha... essas dos tranquilizantes, foi ótima!
mas eu e uma amiga temos a mesma terapeuta, daí volta e meia que estou mal, a amiga me diz: "liga, pra fulana, diz que tá mal". E eu respondo: 'tá doida, ela é minha terapeuta, se for para alugar alguém, vou alugar você que é minha amiga".

Anônimo disse...

Insanidade feliz... li o texto, mas fiquei um pouco mais de tempo nesta expressão... adorei isso. Acho que é crucial para a sanidade uma dose de insanidade.
Beijo grande!

Lela