Eu penso (também) assim:

Desejaremos, um dia, o que vivemos: realidade fugaz dos sentimentos,
cheios de paz, de gozo e amor insano!



21 de abril de 2008

1... 2... 3... 4...

Uma ótima maneira de começar o dia! Caindo da cama! É isso mesmo, só porque me dei o luxo de sonhar gostoso, com montanhas, pássaros. Quando sentir a meu corpo batendo no chão, descobri que não existia nem uma montanha. Só conseguia mexer meu braço, tudo em mim doía, costa, bunda, cabeça...
Cair da cama às 6h da manhã é bobagem, com cólicas, é bobagem maior ainda. Nem tudo é tão ruim assim... Pareço uma atropelada???? Du-vi-de-o-dó!
Nada disso significa que a vida seja uma droga. Não mesmo! E as crianças de rua, e os velhinhos maltratados nos asilos? Eles sim têm do que reclamar.
Nada de stress Crys, é só começar a contar até 10! 1... 2... 3... 4...

O meu humor continuava bonzinho, até descobrir o pneu baixo, as 6:50hs, indo levar o filho para o colégio. Ok, mas descubro também, que aquele vizinho chato, não é tão chato assim, pelo menos ele serve pra trocar pneu.
Agradeço-o, respiro fundo e sigo em frente.

Meu humor bonzinho, começa a oscilar, quando descubro que o celular tá com a hora errada, e eu confiante no aparelhinho infeliz. Sem saída, piso no acelerador, como quem mata um inseto nojento. Pra piorar, na minha frente, um ‘Rubinho Barrichello, troco de faixa e o outro carro simplesmente pára no sinal verde.
Eu mereço! Buzinar só vai piorar.
Enfim, chego no colégio do meu filho, que sai correndo, pq tá atrasado.
Sigo para o laboratório, para levar os exames da minha mãe. Estaciono, fecho o carro, atravesso a rua e o alarme começa a tocar. Mas… Pera lá! Como assim? Eu fechei tudo. Volto, verifico, tudo ok, aciono o alarme de novo, atravesso a rua, e... Outra vez o alarme toca. Como assim, meu Deus? Até o carro resolveu frescar comigo???

Uns dez minutos de frustrações, fecho o carro. Esqueço que tem alarme. Só o que me faltava, um carro temperamental .

Ora, só porque o dia começou mal... Não significa que as coisas não possam melhorar. Não mesmo! Quem tem que reclamar são os desabrigados das enchentes! As vítimas da dengue!

Precisava passar no prédio do plano de saúde, pra pegar uma autorização de um outro exame. Fila, senha, calor. Funcionária mal humorada. Será que ela caiu da cama!?Mais de 9hs da manhã e descubro que não tomei café e eu fico ainda mais insuportável. Decido comprar algo que seja considerado comestível e evitar uma possível dor no estômago.
É-guuu-a!! to sem dinheiro! OK, vejo que do lado do prédio, tem um caixa eletrônico, resolvo tirar um dinheirinho.
“Problemas na identificação do cartão”. Tentativa número dois. “Problemas na identificação do cartão”. Tentativa número 523. “Problemas na identificação do cartão”.
Não, isso não esta acontecendo comigo, eu não vou chutar este caixa, eu não vou chamar palavrão...
O outro compromisso fica pra depois, resolvo ir à agência que é bem perto, pra descobrir o que aconteceu com cartão. Depois de uma hora na fila, é legal, muuuito legaaal saber que tenho que solicitar a segunda via do cartão de débito, por telefone, o funcionário tão ‘bonzinho’ me dá o número e com uma cara de deboche diz: você deve ter feito alguma coisa que o seu cartão se desmagnetizou. Naquele momento, me achei uma ‘monstra’ por ter pensando tão mal do pobrezito e xingado a mãezinha dele.

Uma repartição pública é o meu próximo destino, putz! Meio nervosa pelo atraso, é óbvio! A recepcionista, nem levantou a cabeça, quando eu disse: “Bom dia!”.
A educação que lhe cabia, permitiu somente: “aguarde sua vez que eu chamo”.
Ahhh não, como assim, ela nem sabia o que eu queria, vou descontar toda a minha ira nessa vaca. Stop Crys!

Só tinha uma cadeira no fundo da sala. Pego um cafezinho(ergs!), sento e espero. Minha paciência não permitia esperar mais que 5 minutinhos. Mais que isso, era falta de respeito! Pensei: “será que ninguém me vê aqui não?! Eu sou invisível por acaso? Vocês estão me ignorando? Isso tudo é de propósito pra me fazer chorar e ter crises existenciais, é isso?!”

Enfim, tudo resolvido, pego meu carrinho mimado e vou pra casa, me esconder e nunca mais sair de lá. Mas me sinto inchada, parece que comi muito, mas só tomei um cafezinho, juro! Minha cabeça dói, meu corpo dói, mas preciso fazer a minha caminhada... Não, hoje não!
E em casa, em frento do espelho... êêpaaa!
Deus do céu, tenho que malhar, e lá vou eu, ...um, dois, três, ...um, dois, três.
Em cada “um” eu odeio a vida, em cada “dois” eu odeio o mundo, em cada “três” eu odeio todo o espaço sideral e quero explodir o mundo. Isso é tortura!
Finalmente retorno pra casa e vou fazer exatamente o que sempre quis: NADA.

Tomo um relaxante muscular e me jogo na cama para não ver ninguém, não falar com ninguém, não ser ninguém. O melhor momento do dia! Eu sabia! Uma hora tudo ia ficar nos ‘trinques’. Nem tudo o que começa mal acaba mal, tá vendo.
Quer saber do que mais?! Esse papo de ficar sem fazer nada me dá uma p* ansiedade. E essa história de ficar ansiosa me dá uma p* fome. Mas eu não vou comer. Não vou!
Ai, que vontade de comer um pão quentinho com café! Topas???

*A propósito, abri o orkut hoje tava lá: "Sorte de hoje: Você terá uma velhice muito confortável!" Menos mal!!
*E no momento que eu escrevia o texto, tocava "Roda Viva", menos mal, ainda!
*A propósito, D. Lily, (minha mãe) está bem, menos, menos, menos mal, Graças a Deus!
Beijos!

21 comentários:

Paulo R Diesel disse...

Mas que dia!!!

Ainda bem que depois da tempestade vem o sol iluminando tudo.

Beijo.

www.com.br disse...

Agora só comento por email!

Georgia disse...

Nossa Crys, que agitacao.

Que bom que tudo ao menos terminou bem e que sua mae está melhorando aos poucos. Mas já é uma melhora.

Abracos

Dora disse...

Dá prá parar? Chega de contar "azares"...Afinal, eu só levei em conta que Dona Lili está quase boa!!!!!!!!!!
Pronto!
O resto é o cotidiano normal de quem é moça( tem cólicas, filho em escola...), de quem tem carro( tem gente que não tem...), de quem tem dinheiro no banco e cartão( tem gente que não tem...), de quem engorda porque tem fartura de comida( tem gente que não tem...), de quem cai da cama, porque tem cama gostosa...(tem gente que dorme no chão!! rs).
Né?
Beijão!!!!!!!!!
Dora

dácio jaegger disse...

Esconjuro, pé de pato mangalô, três vezes!
Uma cruz eu te faço na testa com este chocalho bento de rabo de cascavel para afastar pessoas barulhentas e mal educadas (se tiver medo uso rabo de tatu ou lagartixa ou largaticha).
Sinfio!
Outra cruz te desenho com este pé de coelho preto de olho vermelho para afastar o mau olhado (se tiver pena vamos a um pézinho de coelhinho de chocolate).
Sinfio!
Esta terceira cruz agora de cabeça para baixo com este beiço de chupa-cabra para que ninguém ouse tratar-te mal com palavras ( podemos trocar por lábios humanos).
Pegue uma rosa rubra, dê-lhe três beijos, ponha-a num copo de cristal com água da chuva e durma com ela ao lado da cama (coloque sob para não cair outra vez e machucar o bumbum ( se preferir uso um Romanée Conti)./Boa sorte.Beijos

sôdoida disse...

Manazinha, eu cansei só de te ler, vôte! :-S Toma um banho de mijo, pelascaridades! rs E reza!!!! E bjo! :-|

Tânia disse...

Ai que fiquei cansada só em ler...
Depois dzem que ser mulher é fácil!!! Fácil pra quem???

Beijos na D. Lily...

Beijão em você querida!

Crys, respondendo disse...

P/ Paulo: é querido, foi só mais um dia de tantos, nada mais que qualquer cristão não possa enfrentar. Beijo.

P/ www.com.br: eu tb, só respondo por email

P/ Georgia: É querida, coisa do cotidiano, se não fosse pelo nervosismo de ver minha mãe enferma, isso sim, me tira do sério, do resto, dá pra se tirar de letra... beijocas

P/ Dora: Vc te razão amiga, só não entenda como reclamação, mas um desabafo, um prazer de dividir meus dias (meio agitado) com vcs amigos, só isso... rsrsrs. Né? Beijão!!!!

P/ Dácio: meu lindo, eu fico com a rosa e com o vinho, os beijos divido com vc. Do resto, já conversamos e rimos muito. Quando conseguir dobrar a esquina (antes da chuva), aí sim, to salva...rsrsrs. Beijão e sorte pra nós, querido!

P/ Shi: Não preciso de banho de mijo (ergs), prefiro as receitas do Dácio, rsrs. Beijossss, Shica!

P/ Tânia: É fácil sim, amiga, a mulher só é mais dengosa, adoraaaaa reclamar... só isso! rsrs
D.Lily agradece os beijos e eu tb, e deixo outros pra vc!

Zeca disse...

Ainda bem que não roubaram seu carro! Já pensou? Sem carro e sem dinheiro, ou voltava pra casa a pé, ou pedia para alguém pagar o bilhete de ônibus... rs.
E ainda não recebí, mas estou na expectativa. Depois dessa greve dos correios, os postais estão chegando dia-a-dia... e até isso tá legal. Ainda não precisei contar 1, 2, 3, 4...

Beijos. Carinho.

Cherry disse...

Menina!
Que diazinho de cão, hã?
É nisso q dá contrariar suas vontades (de fazer NADA)!
ó, se as rezas do Dácio não derem certo, esquece fofa, melhor não se levantar da cama (ou chão, q seja...rs).

Beijos!

Crys, respondendo disse...

P/ Zeca: Rindo de vc, contando 1, 2, 3, 4... , queira Deus que vc não precise contar tanto, já deve tá chegando por aí... pelo menos eu espero que sim... Afe! Beijossss

P/ Cherry: Che, são tantos dias iguais a este, uns mais, outros menos, o problema é que nem todos os dias caímos da cama(literalmente), ou como diria meu pai, nem todos os dias estamos de 'rabo sujo', rsrs. Aí é que tá a diferença.
Vc viu, menina, eu não conhecia esse lado do Dácio, de 'mandigueiro'... e é claro que JÁ deu certo, acredito nele... rsrs, Beijocas, amiga!

Miguel disse...

Crys me responda com toda a sinceridade: Este texto era pra rir ou ficar com peninha de você?
Se era pra ficar com peninha, juro, não consegui, mas garanrto que ri muito e meu astral melhorou bastante com essa leitura.

Paulo disse...

Oi Crys...
Sabe só de ler a gitação do seu dia já fiquei cansado!!!...rsrs
Ainda bem que no final deu tudo certo! Já estava preocupado onde isso tudo ia parar.
Um ótimo final de semana,
Um abraço
Paulo

Jota Effe Esse disse...

Também tens teus DIAS DE CÃO? Pensei que era só eu! Beijos.

Anônimo disse...

Irmãzinha, isto aí foi urucubaca da grande! Que tal sal grosso? Nunca usei não, mas o povo diz aqui que é bom!
Beijo grande, amiga!

Lela

Janaina Staciarini disse...

Ahhh, como são dispensáveis os dias guiados pela Lei de Murphy.
Beeeeijo.

adelaide amorim disse...

Pois é, Crys... Mas a vida é mesmo assim. E ainda bem que tem sempre um lado não tão ruim, como gostar de alguém e ser gostado.
Beijão pra você

Crys, respondendo disse...

P/ Miguel: Se vc não rir, nao tem graça... Palhaço! (só eu posso te chamar assim, rsrsrs)! Beijoos Miguelito

P/ Paulo: Deu tudo certo, mas nem foi o final... ainda bem! Beijocas, querido!

P/ Jota Effe Esse: Fui ler seu dia cão, em prosa e poesia, parece que os dias assim ficam mais leve...rs. Bjos, querido!

P/ Lela: Ainda prefiro as mandigas (finais) do Dácio...rsrs Beijão, amiga linda!

P/ Janaina: Ô se são... beijossss, querida!

P/ adelaide: A vida só é boa, pq tem os dois lados, é nessa contramão, que temos o prazer de vivê-la... bjos pra vc tb!

Claudinha disse...

Rindo aqui... sabe... tem dias que é melhor a noite chegar rapidinho e conciliar o sono com a vida... beijos e dias melhores, muito melhores pra você, amada.

Anônimo disse...

5...6...7...8... tro dia cheguei a contar casi mil...
mas o divertido nisso tudo é a tal sorte do orkut. por ele eu sei que sou linda, feliz, rica, amiga, charmosa, e mais todos os mais de mió que possas imaginar vão me acontecer.
que bom que foste passear no bosque hoje e passaste na casa da vovóquinha aposentada...
beijos queridona
cla

Marta Matos disse...

oi amiga, estou sem net em casa e por isso minha demora em visitá-la.
abraço