Eu penso (também) assim:

Desejaremos, um dia, o que vivemos: realidade fugaz dos sentimentos,
cheios de paz, de gozo e amor insano!



24 de setembro de 2009

Amizade é um amor que nunca morre!

É fato que a interatividade está cada vez mais presente em nossas vidas. Hoje em dia, as pessoas, são capazes de passar horas conversando com amigos no MSN, trocando recadinhos no Orkut, seguindo (ou perseguindo) no twitter.

Não há como não gostar desses recursos virtuais. Através dele temos oportunidade de entrar num mundo, até então desconhecido e nele aprendemos e descobrimos muitas coisas, inclusive fazer amigos. Que a internet e todas suas ferramentas facilitam a nossa vida em tudo (ou quase tudo), isso é óbvio! Mas o gostoso mesmo, é que através dela, vencemos distancias, atravessamos oceanos e criamos uma rede afetiva e solidária na troca de experiências, de carinho e aconchego.

A mais de uma década, a internet, tem me proporcionado conhecer pessoas maravilhosas, que chegam, conquistam, deixam marcas no meu coração. Algumas ficam pra sempre na minha vida, mesmo quando vão embora, sem dizer nada.
Eu fico triste, mas entendo e respeito essas pessoas. Com certeza, devem ter seus motivos, ou então, não compartilham da mesma idéia.
Um recurso que muitos odeiam, por exemplo, é o orkut, mas ele trouxe-me a oportunidade de resgatar velhas amizades perdidas por esse mundo afora. Outro dia, fiquei super feliz, quando encontrei minha amiga Francisca. Nossa amizade começou no jardim de infância e no auge da nossa adolescência tivemos que nos separar. O pai dela foi trabalhar fora do Brasil e daí perdemos completamente o contato. Foi exatamente pelo orkut que a descobrir morando em Brasília, casada, com duas filhas e soube recentemente que está programando para as próximas férias o nosso reencontro aqui em Belém. Nada é mais importante e salutar do que resgatar e ampliar nossos horizontes culturais e afetivos.

Mas enfim, na vida virtual, nada é diferente da vida real, ao conhecer novas pessoas, você se identifica com elas, vai conversando (teclando), o relacionamento aumenta, fica a cada dia mais frequente e a importância dessa amizade faz transformar um simples "oi" sem rosto (pelo menos inicialmente) em um amigo capaz de dividir momentos de muito acolhimento e carinho.
A princípio resguardada por um “nick”, e pela distancia, conseguimos desabafar com facilidade, falando até de nossas intimidades, com quem está do outro lado da tela, comportamento que não teriamos se a pessoa estivesse ali, na sua frente. (Segundo alguns especialistas, esse tipo de recurso funciona muito bem para os tímidos, onde na vida real, essas pessoas, não conseguiriam de maneira alguma se expressar de modo tão verdadeiro, numa relação presencial). E o legal disso tudo, mas não menos dolorido, é que, se por algum motivo, o amigo virtual passou a ser uma pessoa desinteressante e/ou inconveniente, é só deletar ou simplesmente bloquear na sua lista.

Assim, participar da intimidade um do outro, depende muito da confiança que se forma nesse processo, já que elegemos e somos eleitos e de certa forma, decidimos o tempo que essa amizade (ou relação) vai existir. Embora se leve um tempo para descobrir com quem está se lidando, é uma atitude que depende de uma tecla.

Sabemos que assim como na vida real, no mundo virtual, é preciso ter cuidado em saber quem é a pessoa que você está “adicionando” em sua vida. Não, eu não to falando de idade, sexo, religião, situação financeira ou relacionamento amoroso. Estou falando de caráter e dignidade.
Se valer a pena continuar essa amizade, vale a pena um encontro, vale a pena, trazer o amigo virtual para o mundo real. Embora seja encantador e enriquecedor uma conversa virtual, que permite você se sentir confortado e acarinhado, nada se compara com o sentir o cheiro, ouvir a voz, trocar olhares, abraçar com carinho, sorrir com cumplicidade... e estar presente um na vida do outro.

Amizade é coisa séria. Nem mais, nem menos, porque ela prima pela serenidade, nao aceita a paixão, nem qualquer impulso de dominação. Ela não é exclusiva, ela sabe partilhar.
Com amigos se compartilha pedacinhos do coração, que pode ser bem grande, dependendo da grandeza humana de cada um.
Amizade verdadeira é aquela que não deixa se dar passo em falso e muito menos desrespeitoso. Quando se firma a amizade em verdades, compartilhada pelos dois que se estimam, ela cresce em beleza, ela nao se apaga neste mundo, ela não se apaga nunca, mas se eterniza.
A amizade não supõe idade, mas divide cumplicidade.
Amizade não supõe verdades, acredita-se e pronto!
O amigo quando eleito pela alma lavada, participa mais ativamente da construção de uma grande amizade. E são as experiências que nos ensinam a lidar melhor com as nossas emoções e a conviver com as diferenças.
Bem, eu tenho tido sorte, muitos dos meus amigos virtuais, hoje são amigos reais, que permanecem em minha vida, amados e queridos.
Mas cuidado, como nem tudo são flores é melhor ficar atenta, ou a decepção te pega de jeito, e você nem tem tempo de se arrepender!
Um beijo em todos os meus amigos. Voltei!

12 comentários:

Miguel disse...

Alvissáras!
Minha amiga voltou. Saiu do casulo. Ressurgiu à vida internética e blogueira.
Estou Feliz!
Ro, nos passamos por todas as etapas aqui relatadas. Hoje somos amigos virtuais e familiares.
Te quero muito bem e sei que a reciproca tambem existe.
Sou fã dos teus textos e te peço, volte a criá-los.
Feliz retorno!

disse...

É minha querida.. acredito em amizades feitas atraves de uma tela..
sou exemplo vivo disso...tenho otimos amigos que eu amo muito vindos atraves da internet..
mas uma coisa lhe digo.. essas amizades so podem se concretizar se desde o começo houver VERDADE..
em todos os sentidos..
um beijo.. vc tb é uma grata surpresa que a net me proporcionou.. e foi atraves da claudinha minha amiga tao amada....

Soninha disse...

Olá, Crys...
Oieeeeeee...
A boa filha à casa torna.
Ficamos felizes de ver seu jardim florido, colorido com sues textos e com sua presença.
Internet é, realmente, um meio muito poderoso de conhecer pessoas e interagir com elas.
Só temos de cuidar para que não se transforme em viciação e ter-se crivo de discernimento para avaliar verdades e mentiras.
Hoje não existe distância para se estabelecer intercâmbios de amizade e a internet é a responsável, com certeza.
Valeu, Crys.
Excelente semana a você.
Muita paz! BeijosssssAUDADEsssssss

Claudinha disse...

Rô, um beijo, amo você!

nelson disse...

HIUHUUUUU....

Paulo R. Diesel disse...

Saudades.
Bom retorno

Rosangela Neri disse...

Amigas então?
Beijinhos...
Depois de tanto tempo resolvi voltar e bisbilhotar todos de novo...rsrsrs
Cheirinho

Ana Lúcia. disse...

Cryssssssssssssssssssssssssssssss...
Falar de amizade é papo carinhoso
emocionante
e com convercê pra mais de km`s...
Tantos já disseram
que amizade é de fato
um amor muito especial...
E é...
Entre nossos blogs,
a solidariedade é um presente
em alguns momentos
adivinhamos a ausência
pressentimos necessidades
e concluímos esse conjunto mágico
sempre com doses certas de carinho.
Quantas lágrimas de dor
foram substituídas por gargalhadas
e uma dose extra de amor???
Quantos abraços apertados
demorados
e tão fundamentais naquele instante
naquele segundo de dor
de fragilidade
de ausência.
As palavras em nossas telas
são revigorantes
milagrosas
carinhosas
especiais, sempre!!
Com certeza
absoluta
plena
convicta
e inabalável
"amizade é um amor que nunca morre"!!
Tim-Tim a nossa,
Tim-Tim a nós!
Um beijãozinho emocionado
um abração apertadinho com gratidão!!

Eliana Gerânio Honório. disse...

Amiga

Muito obrigada!

Muito obrigada!

Anônimo disse...

Há duas palavras, minha amiga, em seu texto, que, para mim, são quase mágicas: caráter e dignidade. Penso que não é exigir muito que isso não falte à quem queremos em nosso convívio; no real ou no virtual, por vezes, encontramos, noutras, não.
Parece mesmo que amadurecimento inclue quebrar a cara, apostar que o que sentimos que vemos é mesmo o que vemos e não uma fantasia colorida pelo nosso mundo íntimo.
Na vida, encontros e desencontros, encantos e desencantos... Para os encontros e encantos, sorriso no rosto e alma tranquila. Para os desencontros e desencantos, uma gargalhada, rodar a baiana e alma lavada!
A net tem coisas boas? Tem. O tempo passa, amiga, não sou mais blogueira, vc ainda é, a nossa amizade, nascida aqui nesse mundo blogosférico, resiste.
Abraço grande!
Se cuida!

Lela

nelson disse...

Oi linda! Saudades do você...fiquei emocionado de encontrar um texto da Lela aqui...que saudade! Oi Lela, beijo pra ti viu!! Crys, obrigado pela carona, agora, é pra vc..beijos, beijos, beijos...apareça!!

nelson disse...

Oi querida! É claro que pode roubar a poesia...será um prazer ter um pedacinho do viagens aqui no seu lindo espaço...beijos!! Nelson