Eu penso (também) assim:

Desejaremos, um dia, o que vivemos: realidade fugaz dos sentimentos,
cheios de paz, de gozo e amor insano!



29 de junho de 2008

Sem título!

"E quando não tem mais nada a ver?
E quando a gente percebe que muita coisa mudou e que as mudanças não combinam mais com você?
E quando a gente percebe que os detalhes, agora são coisas corriqueiras que não tem mais a menor graça?
Será que aquele sentimento bom acabou?
Será que não tenho mais paciência? Será que andei a passos mais largos?
O que será que faz com que a gente se afaste das pessoas que numa época da vida da gente são tão importantes?
É desse jeito que estou. Cheia de dúvidas.
Porque isso acontece com amigos, amores.
Chega uma hora que perde completamente a graça. Ou será eu que ando sem graça?!?!
Sair pra fofocar e comer chocolate numa tarde de sábado já não é mais um dos programas mais esperados da semana.
Sentar na sala, deitar no tapete, ouvir Chicão, já não causa o mesmo encanto de sempre.
Por outro lado dá uma sensação de que é isso mesmo.
Que o mundo dá voltas e novas pessoas aparecerão. Novos (ou diferentes) programas surgirão.
Mas dá também uma solidão! Uma coisa ruim de pensar: por quê? E agora? E tudo aquilo que a gente construiu, dividiu, compartilhou, fez juntos?
Será que a gente logo mais vai se encontrar por aí e dar somente um simples sorriso de “oi, tudo bem?”.
Tem gente também que fica pra sempre. Não tem jeito de separar. De romper o fio tênue que nos une.
Esses chamamos de amigos, amigos de verdade, amigos de longas datas.
A gente muda e a pessoa também, mas tudo continua lá, intacto. Como se tivesse sido ontem o último encontro, a última risada, o último abraço.
E por mais que a gente até tente se afastar, uma mágica nos une de volta. Uma lembrança qualquer aparece e faz esquecer tudo o que magoou, tudo o que doeu.
E volta tudo a ser o que sempre foi. E não acaba nunca. Só que tem gente que não. Tem gente que não dá. Tem gente que acaba, gasta, cansa.
Começo a entender, talvez que alguns sentimentos não são mesmo uma coisa eterna."
(Baseado a adaptado em um texto recebido por email, com autor desconhecido)

Queridos amigos, agradeço as visitas, os comentários do poster anterior, mas só abrirei as portas do Jardim novamente, quando meu sobrinho sair do coma. Enquanto isso, rezem por ele. Obrigada!
.

16 comentários:

Claudinha disse...

Sabe amada, entendo teu sentimento e acredito que a vida é mesmo uma "roda viva", o mundo gira, gira, gira... algumas pessoas chegam, outras partem, sentimentos se reciclam (?!?!?!) e é como em algum momento nos dessemos conta de que não somos realmente responsáveis por tudo, e o chão nos falta, pois que não podemos controlar, e talvez seja aí que precisamos daquela fé que nos sustente.
Te desejo, você sabe, tudo de melhor, que a vida seja o que for, traga sempre paz ao teu coração.
Beijo e mais beijos de carinho.

Paulo R Diesel disse...

Rezaremos, Crys.
Não desista. Depois da tempestade vem a...

Bj.

Miguel disse...

Crys, ainda bem que tenho a certeza que sou mesmo seu amigo, caso contrário estaria aqui, agora, lamentando ter passado.
Como sempre tedisse, não esmoreça, assuste a vida que quer te pregar sustos.
Lute com todas as suas formças e seja, sempre, a grande amiga que és!

Fragmentos disse...

Curioso, seu post lembrou-se uma crônica que escrevi há poucos dias. Quando tudo sai do nosso alcance e só se mostra aquela palavra: fim. Estou aqui rezando. Abraços.

isasidney disse...

DANDO A CARA PRA BATER:

Desculpe a invasão. Mas se gosta de ler, convido você a visitar a Editora Biblioteca24x7, que comercializa obras pela internet (edição on-line e impressa). Não tenho procuração deles para fazer isso, mas desejo apenas divulgar o meu primeiro livro:



LUA QUEBRADA


Um professor e sua aluna. Tudo os separa, nada os une. A não ser a paixão. Uma paixão sem limites, vivida com toda a intensidade da experiência e da juventude. Um livro forte, pela emoção, pela cumplicidade, pelo erotismo. Uma história que mexe com todos os sentidos do leitor, até a última linha. Experiência única na Literatura Brasileira, LUA QUEBRADA é um livro imperdível e inesquecível.

Autor: Isaias Edson Sidney

Publicação da Biblioteca24x7.

ISBN: 978-85-61590-45-1

Só disponível pela Internet, no endereço abaixo (categoria: ERÓTICO).

http//www.biblioteca24x7.com.br

LUA QUEBRADA: PARA INCENDIAR SUA IMAGINAÇÃO!

Obrigado pela atenção. E boa leitura.

Dora disse...

Crys. Você está numa fase bem difícil. E está se sentindo assim, pessimista, talvez pela força da sua angústia.
Dê um tempo para repensar sobre o que você colocou sobre "descrença" , etc..
Queria saber de seu sobrinho.
Oro por ele e por todos vocês.
Fique bem
Cuide-se.
Beijo de carinho.
Dora

P_. disse...

Lindona, soube do seu sobrinho e por isso nem te passei o Meme.
Queria que vc soubesse que estou fazendo todo pensamento positivo pra que seu sobrinho saia dessa e que tudo fique bem de novo.

Um beijo graaaaaaaaaaaande.

Tânia disse...

Que Deus tome seu sobrinho e família no colo e dê forças a todos...Muita Luz!!!

Quanto ao seu desabafo, acredito sim que reciclar sentimentos é a chave de recomeços; Ou a fechadura para términos. Mas se fechou é pq não era a chave certa né?
Beijos.
Fiquem com Deus!

sôdoida disse...

Xiii, manazinha, eu já vivi muito isso que vc tá sentindo, ó. Bom, eu, de minha parte, nunca abandono os que eu amo, até o momento em que quem eu amo evidencia a vontade de se afastar de mim, chegando inclusive a me dar motivos pra isso. Nas poucas vezes que penso nisso, atualmente, chego à conclusão de que o novo sempre irá sobrepujar o antigo, em toda e qualquer situação. Há aquelas pessoas que definitivamente não sabem trabalhar mais de uma variável, tende? Não junta as coisas, prefere separar. Bom, como eu disse, são conclusões que me vêm nos poucos - cada vez mais raros - momentos em que penso nisso. Boa reflexão vc promoveu, visse? rs.
Manazinha, assim que eu soube do acontecido com teu sobrinho parei tudo que tava fazendo e orei por ele, por vc, pela família toda. Vai dar tudo certo, confie em Deus!
Bjo!

loba disse...

Crys, embora eu esteja muito ausente, fiquei sabendo do seu sobrinho. Vc sabe, já passei por isso e sei do desespero e da dor de uma familia qdo isso acontece.
Por isso, conte com minha solidariedade e com o meu desejo de que seu sobrinho fique bem rapidamente, sem sequelas e pronto pra construir sua vida.
Esperança e fé sõ essenciais nesta hora,né?
Qto aos sentimentos, todos são mutáveis - porque somos mutáveis. E a roda da vida é inexorável. Mas a gente dá conta de todas as mudanças, por mais que possam doer.
Um grande beijo.

Fernando Amaral disse...

Força. Torcida não faltará.

Zeca disse...

Crys,
sei que um problema familiar, especialmente como o do seu sobrinho, mexe com todos e chega mesmo a nos tirar do eixo.

Esteja certa de que estou orando por ele e por todos os parentes, para que tenham fé e forças para enfrentar esse período difícil.

E o paralelo entre a vida humana e os ciclos das nossas relações é claro e permanente, como a própria roda da vida. Mas no fim, nós sempre encontramos alento para voltar a respirar e a encarar a nossa própria vida de frente - ela própria é mutante.

Beijos, querida.
Fé e força!

Anônimo disse...

to orando, viu?
carinhos
cla

Tânia disse...

Que o Senhor dê força neste momento triste à toda família.

Não existe neste momento palavras de conforto, mas envio meu carinho.

Beijo

Fiquem com Deus!

Anônimo disse...

Meu amor, vim só te deixar um beijo carinhoso, um abraço apertado e minha solidariedade.
Que Deus dê conforto e paz a você e todos que estão passando por esse momento de dor.
Não perca a fé. É ela que nos conforta quando nada parece acalmar o nosso coração.
Continuo confiando e acreditando em Deus misericordioso. Ele só nos dá o fardo que podemos carregar.


Um beijo grande, grande.

Carinho...


Paula Bellaguarda

Srta. Bia disse...

Estarei participando da corrente de orações pelo sobrinho, para que ele faça o jardim florescer outra vez.
Todo carinho, beijos.