Eu penso (também) assim:

Desejaremos, um dia, o que vivemos: realidade fugaz dos sentimentos,
cheios de paz, de gozo e amor insano!



22 de maio de 2008

No caritó, tá a tua vó!

Casa da vó:
- Benção, vó!
- Deus te abençõe, minha filha!
- (...)
- Cadê o namorado, Dani?
- Ahhh, vô... acabamos...
- Mas minha filha, desse jeito você vai acabar no caritó
- Caritó, vó????? que isso?????
- Pergunta pra tua mãe, ela sabe...

Casa da mãe:
- Mãe, o que é caritó?
- Nossa! Quanto tempo não ouço essa palavra, onde você ouviu isso?
- Vovó, quando falei que tinha terminado meu namoro. Ela disse: " Vc vai acabar no caritó".
- Ahh, essa tua vó! rsrsrsrsrsrs
- Pára de rir mãe, e fala logo...
- Bem, eu sempre ouvir isso da tua vó, das minhas tias. Usavam sempre, quando queriam dizer que a mulher ia acabar solteirona, ficar pra titia, moça-velha...
- Oh, céus! e eu que pensei que fosse uma lugar, ou cidade bem distante.
- Mas, vc acredita que eu não sei a origem da palavra. Vamos ao Santo Google:

''Caritó é a pequena prateleira no alto da parede, ou nicho nas casas de taipa, onde as mulheres escondem fora do alcance das crianças, o carretel de linha, o pente, o pedaçõ de fumo, o cachimbo. Vitalina, conforme a popularizou a cantiga, é a solteirona, a môça-velha que se enfeita - bota pó e tira pó - mas não encontra marido. E assim, a vitalina que ficou no caritó é como quem diz que ficou na prateleira, sem uso, esquecida, guardada intacta.'' LEIA MAIS...

Encontramos o texto datado de 1959, da extinta revista Cruzeiro, da escritora Rachel de Queiroz. E vejam, que mesmo com o passar do tempo, certas coisas continuam iguais do tempo da nossa vó.

Minha filha acaba de ler o artigo e reage:
- Imagiiiine, eu no caritó! Nuuuuuuncaaaaaaaa! Só porque tenho 25 anos e ainda não arranjei um "bom homem" pra casar?! Acho que vovó pensa que sofro por ser uma "moça esperta e de boa família" que ainda não conseguiu encontrar esse tal "homem bom".

E continuou:
- Ahhh, mãe, acho que vovó tá ficando gagá... a mulher antigamente se arrumava e ia pra janela esperar o tam bom homem pra casar. Não é o meu caso. Quando eu me arrumo, é pra ficar bonita, ou pelo menos pra pensar que fico. Só vaidade mesmo.

- Ah, filha, dá um desconto, tua vó tá com 86 anos, tudo o que ela quer, é ver antes de morrer, as netas casando, de véu e grinalda, com todos aqueles aparatos possíveis de um casamento. E um "felizes para sempre!"

- Tenho que lembrar da próxima vez que visitar a vovó, de dizer que as meninas boas vão para o céu. E as más, as que têm malícia, vão para onde acham que é o melhor pra elas.

- Fiiiilhaaaaa..........

- Ahhhh, mããeeee, me poupe né! Vai dizer que to errada?!?!?!?!

25 comentários:

Paulo R Diesel disse...

Caritó, véu e grinalda, muitas palavras que temos que procurar o significado no google. Hehehe.

Miguel disse...

Cena do cotidiano que poderia ser vivida em qualquer localidade brasileira, cosmoplitana ou não.
Crysoca, a fluência dos teus textos me assombra.
Que dizer então da singeleza?
A criatividade nem vou comentar...

Jacinta disse...

à expressão "caritó' quantos sentimentos estão implícitos na vida de uma mulher.Seu texto suave, me faz refletir.

sergio disse...

Adoro conhecer novas culturas e agora, Caritó é uma palavra adicionada `a minha cultura! Seus post é o máximo Cris... bj

Du disse...

auhauahauhaauhauahauahauhauaha

Adorei o texto Crys!!!


Que você tenha um ótimo dia!

Bêjo!

Tânia disse...

Good girls goes to heaven...Bad girls goes to anywhere...

Muito bom, posso dizer que um verdadeiro retratos do cotidiano...Como bem lembrou o Miguel...

Beijos Crys

Susanna Martins disse...

Caritó... rs.. creio que a maioria das mulheres hoje estão no caritó... kakakaka...
Bjs

MARTA MATOS disse...

jÁ OUVI BASTANTE ESSA EXPRESSÃO...RISOS
ABRAÇO E BOM FINAL DE SEMANA

funk do peitão disse...

caritó caiapó

uh ruh uh
uh ruh uh

vapt vupt zum

Georgia disse...

kkkkkkkkkkkkkkkakakakakkakaka!!!
Adorei o post.

Bom fim de semana

Sonia Regly disse...

Achei muito bom seu post, dei boas risadas RSRSRS!!! Vim te convidar para conhecer o Compartilhando as Letras, sua visita muito me honrará.

Sonia Regly disse...

AH!!! ESqueci de colocar o endereço:
www.compartilhandoasletras.blogspot.com

Ane disse...

Eu já estou no caritó!!!(risos)
E pra falar a verdade não estou nem aí...Sou feliz assim.
Adorei sua visita!

Adriane disse...

Vim agradecer tua visita ao Tenho Dito e te cumnprimentwar pelo blog!
Estou gostando muito de teus textos!
Adorei essa do Catiró...!
:)

Shumy disse...

Crys, adorei o texto e desde de que me entendo por gente escuto minha avó e tias falarem do tal caritó...rsrs
Quanto ao sumiço,...é por forças maiores, infelizmmente!
Beijus

Anônimo disse...

Brigadim pela visita.
Adorei seu blog.
Apareça sempre.
Bjs

Acir Vidal, editor do
www.contraovento.blogger.com.br

mundo a fora disse...

isso é coisa de nordestino

hauhauahuahu

brigada linda pelas visitas...

volte sempre... novidades e tempo me sobram...tenho uma lan house e meu trabalho além de atender meus clientes e ficar na net mesmo... bem q eu poderia ganhar dinheiro com ela né?
enfim...
o q ganho mesmo são amigos assim como vc

bjoka

>.<

te add tbm

Zeca disse...

Gostei demais desse texto! ei boas risadas imaginando se hoje as moças ainda se imaginam no caritó. Talvez para grande parte delas, caritó seja uma nova dança funkeira... rs.

Dora disse...

Eu conhecia a expressão! Tá lá nos escritores que falam dos costumes mais antigos, sobretudo no interior, ou na roça, mesmo! rs
Hoje, não se usa a expressão e nem o que ela representa...Acho que é uma modernidade boa, essa! TER QUE CASAR não é uma escolha, né?
Beijão para você aí dos diálogos: c
Crys, dona Lili (ou Lily?) e Dani.
Dora

Crys disse...

P/ Paulo: é amigo, muita coisa em extinção... Salve São Google! rsrs. bjo!

P/ Miguel: Miguelito, querido, vc é simplesmente adorável! Adoro vc. Bjsss

P/ Jacinta: antigamante eu até acredito que muitos sentimentos estariam implícitos, hoje em dia a mulher se preocupa em ser feliz, este sim é o único sentimento que todas devem buscar. bjossss

P/ Sergio: Obrigada, amigo... que bom contribuir pra seus conhecimentos. Bjo!!!

P/ Du: Ótimo que vc tenha gostado. beijoss

P/ Tânia: Já sei, compactua com as mesmas idéias da Dani, rsrs. bom dá um desconto pra d.Lily. Beijos Tâ

P/ Susanna Martins: mas acredito, que hoje em dia, se estão, é por que querem, que bom que podem fazer escolhas. Beijos, querida!

P/ Marta: Beijocas Martinha, bom vê-la aqui, querida!

P/ funk do peitão: isso é muito amor, por uma índia, isso sim!

P/ Georgia: rendeu boas risadas, né?!?! Beijinhos amiga!

P/ Sonia Regly: Eu estou ainda devendo uma visita, prometo que irei sim, com prazer, me aguarde! Beijos querida!

P/ Ane: que caritó que nada, o importante é ser feliz! beijocas moça, bom vê-la aqui!

P/ Adriane: Eu que agradeço, é sempre um prazer conhecer novos amigos. Um abraço!

P/ Shumy: Nossa! apareceu a margarida, ole ole oláaa...rsrs. Bom te ver, querida. Entendo o sumiço, quem dera fosse possível estar sempre presente. Caritó é famoso, viu só? só minha filha, não conhecia... rsrsrs

P/ Acir Vidal: Prazer conhecer vc, conhecer teu blog. Ele é entre outras coisas, atraente, criativo e irreverente. Gostei muito. Com certeza, visitarei outras vezes.

P/ Mundo a fora: ...não sei se a palavra é de nordestino, mas dona Lily, é bem NORTISTA...rsrs. Prazer te visitar, teu blog é super atrante, voltarei mais vezes, qdo o tempo permitir, com certeza. Beijocas, qeurida!

P/ Zeca: Meu amigo querido, enqto você fica ai na 'imaginação', eu tenho certeza que pra muitas mulheres essa palavra é apenas mais uma em extinção e nada mais, sem significados, rsrsrs........ beijos, amado!

P/ Dora: Dorita, 'na roça', é outra expressão muito usada por aqui, cê conhece???? Que papo é esse de TER QUE CASAR???? Acho que tem é QUE SER FELIZ e pronto! Todas nós aqui, agradecemos e retribuimos os beijos.

Dora disse...

Eu disse que TER QUE CASAR não é uma escolha...É uma "imposição"...E isso NÃO É BOM!!! Você entendeu o contrário? Afeeeee! Deusmelivre! rs
Beijos.
Dora

Fernando Amaral disse...

O bom é que a palavra é linda... "caritó"...

Éverton Vidal disse...

hahahahah
Adorei o texto! Quando eu converso com minhas avós sai cada coisa rs. Mas essa do Caritó eunao esqueço rs.

Bj.
Inté!

dácio jaegger disse...

Crys, mais um texto digno da escritora que assombra seus leitores simplesmente com a linguagem simples do dia a dia familiar. Linda amiga, fizestes uma bela dupla com Dani. beijinhos para as duas.

Janaina Staciarini disse...

Hahahahhaa! Amei isso de Caritó e adorei saber o que é caritó, nunca tinha ouvido falar! :)