Eu penso (também) assim:

Desejaremos, um dia, o que vivemos: realidade fugaz dos sentimentos,
cheios de paz, de gozo e amor insano!



7 de abril de 2008

Sessão Besteirol - Sexo

Papo sério entre mulheres, só até o segundo copo de vinho, depois, só Deus sabe. Outro dia, numa conversa só de besteira, uma amiga sugeriu que citassemos as piores e melhores coisas de um assunto escolhido, e o tema foi: "Uma situação engraçada na hora do "rala e rola".

Depois de rir muito, chegamos a conclusão que o sexo trapalhão, é realmente, o que marca as nossas expêriencias. Todas nos falávamos das cenas de sexo que vimos no cinema, em que as pessoas fazem de pé, de roupa, de salto e não perdem a pose. O cabelo nem desmancha. O batom não borra... enfim!
Enfim, só quem experimenta sabe que, aquela máxima do "relaxa e goza" passa a ter muito mais sentido. É o melhor sexo, sem dúvida.
Camas que quebram, filho que acorda no meio da noite, formigas na cama, baratas (inseto) voando no quarto, calcinha presa no pé, cama rangendo... sem contar a polícia batendo na janela do carro, quando vc decide dá uma numa praia deserta.
Quem não sabe o significado do 'relaxa e goza'. Tá perdendo no mínimo uma boa história pra contar para as amigas e claro, horas de sexo gostoso.
Sexo "certinho" é pra quem não sabe rir de si próprio, são meras convenções de gente sem graça. Porque sexo "Ohhh, ahhh", só existe mesmo em filme pornô, acredite!

"A transa estava tão intensa que a gente caiu da cama. Acabamos a noite numa clínica de traumatologia". (Sandra Lemos, 42 anos, empresária)

"Tomamos tanto vinho, fiquei com dor de barriga e passei a noite no banheiro do motel". (Beth Carneiro, 45 anos, farmacêutica)

"Na hora H tive uma cãimbra terrível na batata da perna. Achei tão engraçado que mesmo com dor, comecei a rir sem parar...'' (Cinira Araujo, 38 anos, func. pub. fed.)

10 comentários:

P_. disse...

ahahahahaha.. caramba, Crys, se eu contar qualquer uma das minhas "gafes" sexuais, eu tava perdidinha da silva e minha re(puta)ção ia pras cu(CU)ias. ahahahaha

Beijoooooo

Shi disse...

Ah, essas coisas não acontecem comigo não. Tá, teve aquela vez da TV que ficava em cima do baú da cama, e eu lá, em um dado momento olhei pro teto (não, num foi pra olhar se o forro tava lascado, o negócio tava bom MESMO :-P) e, tcharaaaaam, vi a TV de 29 polegadas se sacudindo toda, em vias de cair lá de cima embaixo. Mas claro que só relaxei depois que gozei - até porque, se ela caísse, bateria primeiro nas costas do pobreceto, né? rs.
Manazinha, num publica isso, NÃO PUBLICA!!!! :-|
Bjo!!! :-D

Paulo R Diesel disse...

Vou contar só uma.
Fomos ao motel, era na época do plano Cruzado, havia fila.
Entra no motel, fila enorme e não tem mais como sair. Aguardar?
Rolou ali mesmo, carro embaçado, pessoal da fila olhando...
Por fim, quando chegou a nossa vez de ir ao quarto, desistimos, sob o olhar incrédulo dos administradores. Hahaha

Ceci disse...

oi, Crys, bom dia!
Acordei pra visitar os amigos, saudade de coisas boas, aparentemente sem sentido.
Vamos lá! O engraçado mesmo é a coisa acontecendo, aquele desmantelo de cama, a inibição indo pras cucuias... o resto é coisa de cinema.
Abraços...rsrsrsrs

Loba disse...

curiosa!!!! rs
nem sei o que contar. sou tão certinha, tão sem gracinha. acho que nadinha de diferente aconteceu comigo! rs
tá bom... foi assim: eu queria uma transa com mais um homem. ele queria com mais uma mulher. nenhum de nós queria uma suruba. como não nos entendemos, resolvemos criar os personagens. tudo combinado, nos vestimos - personagem um do outro. e o pior aconteceu: eu o olhei todo enjambrado numa lingerie feminina e caí na risada. mas foi muito. tanto que perdi completamente o tesao. e ele tb. ficou puto, mas nao virei puta. e a história foi adiada pra nunca mais. rs...
beijo

cla disse...

Só depois de ler estes depoimentos hilários é que finalmente me tranquilizei... (com essa história que "aquele outro tipo de sexo só existe em filme pornô").
Já viví muitas gafes, mas só agora consigo rir delas... (minha timidez não permite dividí-las aqui, rss),
abração querida

Tânia disse...

*risos* abafa...abafa...digo somente o seguinte, quem não ainda não viveu um dia irá viver...

Eu??? Fiquei quase uma semana com as costas marcada em formatos de moedas...E o cofre? ah aí é outra história...
Ah tem a que tive que descer o elevador nua...xiiiiiii...*gargalhadas*

Beijos Crys

Crys (respondendo) disse...

Para Paula:Ok, ok, não conte, nao conte... mas pelo jeito, foi divertido, não foi???? e gostou?!?!? ....então tá... beijos

Para Shi: Relaxa Shica, não vou publicar nada, mas..., tv caindo em cima da gente, ninguém merece, putzzzz. Arranja outro lugar pra ela, vai...

Para Paulo Diesel: Que bando de gente curiosa, heim! Afe! Com certeza ficaram morrendo de inveja....hahahaha

Para Ceci:Miga, que gostoso ver vc aqui, saudades!!! Qto a coisa acontecendo, não só é engraçado, como é bom demais, e sair do direitinho, do certinho é melhor ainda...rsrsrs. Beijão linda!

Para Loba: Curiosa, eu? imagine, nem sou (rsrs).Confesso que to aqui imaginando a cena toda, e rindo... lembrando tb de uma cena hilária numa sauna, nem te conto,rsrsrs. Bjos

Para Cla, minha linda... adoro qdo vc aparece!
Bom que vc tenha vivido isso tudo, com ou sem timidez, com ou sem gafe, o prazer maior é viver e conseguir rir delas, com o tempo. Beijo, beijo, beijo


Para Tânia: Moedas???? Cofres???? nua???? elevador????? Volta aqui e conta tudo, vai me dizer que vc foi parar no prédio do Banco Central???? É isso???? rsrsrsrs. Beijos Crys

djaegger disse...

Vc é um estrondo!
TRONDDDDDDDPREAASSRRR!
Desceu cama, cairam espelhos, a luz apagou, a TV e o videocassete ficaram em seus amparos e gritos ecoaram de apartamentos e suites vizinhas. E a defloração aconteceu no fim da queda da laje; nada do que se esperava, afinal o combinado era que ela continuaria virgem. Prometera e cumprira. Não poderia ser acusado pela violência e sim o motorista bêbado que numa potente Mitsubishi diesel 4x4 a exatos 69 km/h, segundo marcou o velocímetro, errara sua gare e derrubara a coluna descalçando a laje da suite "Nas ondas" que trincou, dobrou fazendo um V que não foi o da vitória e sim de Varada, sem duplo sentido. Ele sentido, ela desconsolada, ela com a idéia de processá-lo no juizado de pequenas causas, ele já colhendo provas para levar o dono do carro à Vara Criminal. Não terminou aí a tragi-comédia...

Crys respondendo ao Dácio disse...

Para Dácio: (rindo muito)... E eu pensando que uma simples tv caindo em cima da Shi, moedas na costa da Tâ, trocas de lingerie da Loba, guarda dando-me flagra na praia, fossem sexo pastelão... Dácio, meu querido, vem contar o resto da história, vem?! rsrsrsrs Beijo e carinho!