Eu penso (também) assim:

Desejaremos, um dia, o que vivemos: realidade fugaz dos sentimentos,
cheios de paz, de gozo e amor insano!



12 de maio de 2009

Sem título!

É estranho quando caimos na realidade e percebemos que estamos sem chão.
É estranho quando o coração não acostuma.
É estranho acordar esperando que a rotina se repita e ver que não vai se repetir.
Que precisamos explicar pro coração que não adianta chorar, gritar, cantar, sorrir com ou sem vontade, nada fará com que a saudade passe.
Não acreditem quando disserem que é passageira, porque não é.
É horrível ficar longe de uma pessoa querida, de alguém de quem gostamos muito, seja um amigo, um amor, uma filha. Tanto faz, dói demais.

Meus dias estão assim, meio cheio, meio vazio! Mas é só uma questão de tempo... Tenho certeza!

10 comentários:

Miguel disse...

Amiga, coração apertadinho, sentimento de ausências, gosto de saudade.
Estou orando para que você sai rapidamente desse processo e retorne à vida, retome o sorriso franco e a vontade de brincar.
Deus há de te acalmar!

Paulo R. Diesel disse...

É assim mesmo Crys.
Quando menos percebemos passou.
De uma forma ou de outra.

Beijo

dácio jaegger disse...

É assim mesmo que ficam as pessoas que amam as outras, principalmente filhos, Crys. Ai de nossas vidas se não tivéssemos estes sentimentos de amor e nobreza.
A tempo curto tudo se equaciona, né?/ bjs

disse...

é crys querida.. doi mesmo.. mas a gente acostuma pq faz parte.. e filho tb tem as suas asas para voar..
vc fez isso.. eu fiz..
entao pega a saudade que sente e veja o bom disso.. e eu sempre vou repetir.. saudade so se sente de algo.. alguem que foi ou é muito importante e amado...
mesmo que doa a ausencia fisica..
fica bem.. pode nem passar.. pq as vezes pega la no fundo mesmo..
mas invariavelmente se acostuma..
beijo gde... fique com Deus...

Soninha disse...

Olá, Crys, amada amiga!

Saudade é o amor que fica, já dizia aquela mensagem que segue na internet...
Síndrome do ninho vazio é o nome que dão para esta dor que as mães sentem, ao verem seus filhos ficarem com as asas enormes e prontos para alçarem grandes voos.
Força é o que temos de sobra e fé é o que nos mantém firmes na luta diária pela vida.
Ainda bem que felicidade é o ingrediente que vem junto com tudo isto quando vemos nossos filhos se darem bem e se sentirem felizes, não é mesmo?!
Solidarizo-me com você, querida amiga. Sinto esta mesma dor de saudade por minha filha e netas estarem longe de mim...
Logo, logo você estará abraçando e enchendo de beijos a filhota querida, tá!
Falta pouco.
Fique bem!
Excelente restinho de semana.
Muita paz! Beijossssssssssss

Lino disse...

Espero que o copo esteja meio cheio e que acabe se completando, colocando o chão no lugar e enchendo os dias.

claudia pit disse...

Puxa amiga, sei o quanto dói uma saudades... E saber conviver com ela não é facil, mas possivel.

Fica com Deus
bjos
Cláudia Pit

Soninha disse...

Olá, Crys! Bom diaaaaaaaa!!!
Voltei, para lhe deixar estes pensamentos positivos. Quero que vc se lembre, sempre, ok?!

Sua presença é um presente para o mundo.
Você é o único e só há um igual a você.
Sua vida pode ser o que você quer que ela seja.
Viva os dias, apenas um de cada vez.
Conte suas bênçãos, não seus problemas, você os superará venha o que vier.
Dentro de você há muitas respostas.
Compreenda, tenha coragem, seja forte.
Não coloque limites em si mesmo.
Muitos sonhos estão esperando para serem realizados.
As decisões são muito importantes para serem deixadas ao acaso.
Alcance seu máximo, seu melhor e seu prêmio.
Nada consome mais energia do que a preocupação.
Lembre-se que a amizade é um investimento sábio.
Os tesouros da vida são as pessoas.
Perceba que nunca é tarde demais.
Faça coisas simples de uma forma simples.
Tenha saúde, esperança e felicidade.

Muita paz! Beijosssssssssssssss

silvioafonso disse...

.

Eu juro que não conheço o sabor da perda. Aliás, eu acho que não perdi coisa alguma, porém que eu tenha jogado fora, com certeza. Voltando ao assunto eu não conheço esse tipo de dor, mas respeito o sentimento de cada um. As pessoas têm o hábito de dar a cada situação o peso que acha melhor e é por isso que eu não enxugarei as suas lágrimas assim como não a invejarei por sabê-la andando por diversos caminhos que cansaram o seu corpo, mas por esta estrada aonde você descansa no acostamento, enriquece a sua história e fortalece a sua alma, sim.

Beijos,

silvioafonso.





.

QuincasB disse...

entre tijolo e outro o pedreiro entorna a purinha como quem sabe que há outra construção a erguer